quinta-feira, 8 de março de 2007

INT. CARRO. TARDE
JULIA (6) olha atentamente pela janela. PALHAÇOES estão andando no acostamento do outro lado da rua. SOM DE PNEU ESTURANDO.

PAI
PORRAAA!

MAE
AAAAAAAAAAAAAII

Julia se assuta, mas continua olhando os palhaços.


EXT. RUA. TARDE.
PAI (32) sai do carro e abre a mala.


EXT. ACOSTAMENTO. TARDE

PALHAÇO 1
Quer ajuda amigo?

PALHAÇO 2 (18) acena para Júlia.


INT. CARRO. TARDE.
Júlia sorri e acena de volta. Ela ri bastante. Solta um beijo para o Palhaço 2.

EXT. ACOSTAMENTO. TARDE.
Palhaço 2 faz caretas. Os outros palhaços atravessam a rua. Enquanto atravessa, Palhaço 1 tira da mochila uma arma e aponta para o carro. Palhaço 2 não atravessa a rua. Palhaço 3 aponta arma para MÃE (32). PALHAÇO 4 (22) abre a porta de trás.

INT. CARRO. TARDE
Palhaço 4 senta-se ao lado de Júlia com um arma na mão. Palhaço 3 senta-se do outro lado da garota.

EXT. RUA. TARDE.

PALHAÇO 1
Eu vu guardar a arma
porque meus dois amigos estão
com sua filha
Fique quieto e obedeça.
Eu só quero seu dinheiro

Palhaço 1 e Pai começam a trocar pneu.

PALHAÇO 1
E você, filho da puta,
tem três segundos pra
vir com a gnt

INT. CARRO. TARDE.
Júlia chora, olhando para Palhaços 3 e 4. Olha pela janela. Palhaço 2 corre. Barulhos de tiro. Palhaço 2 cai. Júlia se cala.



Um comentário:

fabrito disse...

boa idéia essa, dos palhaços ladrões. o forte da cena fica no contato entre Júlia e o palhaço 2, enquanto todo o resto continua acontecendo sem parar. imagino até mesmo as feições, a carga dramática.
bom pra cacete.